terça-feira, 31 de dezembro de 2013

I WILL FOLLOW HIM (EU O SEGUIREI) - ANDRE RIEU



I Will Follow Him (Eu O Seguirei), canção entoada nesse vídeo pela orquestra de Andre Rieu, é a famosa versão em inglês da canção francesa Chariot, melodia composta por Franck Pourcel e Paul Mariat, com letra de Jacques Plante e orquestrada por Raymond Lefêvre. Chariot tinha uma letra romântica e em 1962 foi gravada por Petula Clarck, com grande sucesso em países europeus. No ano seguinte, a americana Little Peggy March gravou a mesma melodia, numa versão adaptada por Arthur Altman, em inglês, criada por Norman Gimbel, com o título I Will Follow Him. Little Peggy March, então com quinze anos de idade, tornou-se a mais jovem intérprete feminina em primeiro lugar no US billboard e em todo o mundo. I Will Follow Him difere completamente da letra romântica original francesa e, com um texto e estilo gospel, ressalta a caminhada da intérprete, seguindo a Deus por onde quer que fosse. Segue abaixo a letra e tradução. (Com informações de Nelson Azambuja.)  

 

A todos um Feliz Ano Novo, sempre seguindo a Ele!

 

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

WHAT A WONDERFUL WORLD (QUE MUNDO MARAVILHOSO)




What a Wonderful World (Que Mundo Maravilhoso), famosa canção de Louis Armstrong, recitada na voz de David Attenborough.

Vídeo da BBC One.

NEUROCIRURGIÃO ACREDITA EM VIDA APÓS A MORTE DEPOIS DE VOLTAR DO COMA


Neurocirurgião Alexander Eber volta do coma e se convence que há vida após a morte:



Fonte: Fantástico/TV Globo

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

HARK! THE HERALD ANGELS SING (CELTIC WOMAN)



Hark! The Herald Angels Sing (Ouçam Bem! Os Anjos Mensageiros Cantam) é uma canção de Natal de 1739, composta por Charles Wesley, um dos fundadores da Igreja Metodista, reconhecido pelo seus inúmeros hinos cristãos.


Hark! The Herald Angels Sing

(Charles Wesley)

 

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

SILENT NIGHT (NOITE FELIZ): A HISTÓRIA DA MAIS CONHECIDA CANÇÃO DE NATAL



Em meio à controvérsias em relação ao relato sobre a origem dessa canção, afirma-se que no mês de dezembro de 1818, na pequena aldeia de Obemdorf, na Alemanha, o jovem padre Joseph Morh, que possui uma biografia que evoca a pobreza, estava preocupado, pois o órgão de sua paróquia tinha os foles roídos por ratos. Para ele era importante que o instrumento estivesse funcionando para acompanhar as canções da véspera do Natal. Mohr, angustiado com a falta de um instrumento, teria inspirado sua letra no humilde Natal de Jesus em Belém, não tendo outra alternativa senão usar seu violão. 

padre Joseph Mohr, então, saiu atrás de seu amigo músico Franz Gruber para que transformasse em melodia o poema que ele havia escrito. Esse poema teria vindo de um chamado, em uma noite, para abençoar um menino que havia nascido de um casal muito pobre. O padre foi à residência do casal, abençoou a criança, e percebeu naquele nascimento, semelhante às condições do nascimento de Jesus, a inspiração necessária para produzir o texto da canção. Após isto, na manhã de 24 de dezembro, Joseph Mohr escreveu os versos e foi à casa de Franz Gruber para que este fizesse os arranjos, advertindo-lhe que tudo deveria estar pronto para a Missa de Natal. Gruber aceitou a incumbência, nada cobrando para isto. 

Composta originalmente para violão e flauta, a música se difundiu rapidamente. Dois anos depois, o próprio Joseph Mohr fez um arranjo vocal melhor trabalhado. Em 1845, Gruber fez novos arranjos para orquestra, e em 1855 para órgão. Em 1900, a canção já era conhecida em todo o mundo. "Stille Nacht", em alemão, na verdade significa "Noite silenciosa". O nome foi mantido pelo inglês "Silent Night", mas em outros idiomas foi adaptado, como no francês "Douce Nuit" e no português: "Noite Feliz" de Pedro Sinzig, c. 1912, e "Noite de Paz!", versão anônima. A música é cantada hoje em mais de 140 línguas.


Joseph Mohr faleceu em 1848. Passou a vida trabalhando pelos pobres e necessitados da Alemanha, tendo sofrido, até mesmo, perseguição por seu superior. Morreu como padre pobre de interior, sem saber do sucesso mundial e do impacto da canção Noite Feliz.

Cena final do filme Noite Feliz


Fontes: 

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

JOY TO THE WORLD - ALEGRIA PARA O MUNDO (FAITH HILL)




JOY TO THE WORLD

(Issac Watts) 

Joy to the world
The Lord has come
Let earth receive her King
Let every heart prepare Him room
And heaven and nature sing
And heaven and nature sing
And heaven and heaven and nature sing
Joy to the world
The Lord has come
Let earth receive her King
Let every heart prepare him room
And heaven and nature sing
And heaven and nature sing
And heaven and heaven and nature singJoy to the earth
The Savior reigns
Let men their songs employ
While fields and floods
Rocks, hills, and plains
Repeat the sounding joy
Repeat the sounding joy
Repeat, repeat the sounding joyJoy to the world
All the boys and girls
Joy to the people everywhere you see
Joy to you and meJoy to the world
All the boys and girls
Joy to the people everywhere you see
Joy to you and meHe rules the world
With truth and grace
And makes the nations prove
The glories of His righteousness
And wonders of His love
And wonders of His love
And wonders, wonders of His loveJoy to the world
All the boys and girls
Joy to the people everywhere you see
Joy to you and meJoy to the people everywhere you see
Joy to you and me

ALEGRIA PARA O MUNDO

(Issac Watts (1719), baseado no Salmo 98) 

Alegria para o Mundo
O Senhor veio
Deixe a terra receber seu Rei
Deixe cada coração preparar seu quarto
E o céu e a natureza cantam
E o céu e a natureza cantam
E o céu e o céu e a natureza cantam
Alegria para o Mundo
O Senhor veio
Deixe a terra receber seu Rei
Deixe cada coração preparar seu quarto
E o céu e a natureza cantam
E o céu e a natureza cantam
E o céu e o céu e a natureza cantam alegria para a terra
O Salvador reina
Deixe os homens suas canções empregar
Enquanto campos e inundações
Rochas, montanhas e planícies
Repita a alegria soando
Repita a alegria soando
Repita, repita a alegria soando Alegria para o mundo
Todos os meninos e meninas
Alegria para o povo em todos os lugares que você vê
Alegria para você e para mim Alegria para o mundo
Todos os meninos e meninas
Alegria para o povo em todos os lugares que você vê
Alegria para você e para mim Ele governa o mundo
Com a verdade e graça
E faz com que as nações provem
As glórias de Sua justiça
E maravilhas de seu amor
E maravilhas de seu amor
E maravilhas, maravilhas de sua alegria o amor ao mundo
Todos os meninos e meninas
Alegria para o povo em todos os lugares que você vê
Alegria para você e para mim Alegria para o povo em todos os lugares que você vê
Alegria para você e para mim

A VERDADEIRA HISTÓRIA DO NATAL (HISTORY CHANNEL)



Nesse documentário do History Channel, conhecemos melhor a origem e as mesclas feitas ao logo dos séculos na celebração que hoje conhecemos como Natal. Suas origens pagãs; sua introdução no cristianismo pelos Pais da Igreja; o nascimento de Jesus como a Luz do mundo, em substituição ao Sol Invictus; as práticas sagradas e profanas da festa na Idade Média; surgimentos dos ritos e costumes de natal, como o pinheiro natalino; a tentativa frustada dos puritanos protestantes de acabarem com a celebração; a figura de São Nicolau e a introdução da lenda do papai noel; a introdução da lâmpada elétrica no natal, além da mercantilização da data pelos comerciantes norte-americanos, de onde vieram muitos dos nossos atuais costumes para a data. Um documentário empolgante e que nos leva a refletir sobre o natal que queremos celebrar: a natividade de Cristo ou apenas mais uma festa de bebedeira? O natal do coração ou da glutonaria?

Feliz Natal e boa noite a todos!

sábado, 21 de dezembro de 2013

CRISTÃOS SÍRIOS SE PREPARAM PARA UM NATAL MODERADO


"Noite de paz, noite de amor, tudo dorme em derredor". Cristãos do mundo inteiro vão cantar essa canção nos próximos dias. Milhões ansiosos pela chegada do Natal. Mas e quanto aos cristãos sírios que vivem em meio a uma terrível guerra civil? Será que eles têm a "paz celestial" da qual esta canção de Natal fala? 

Não haverá decorações e quase nenhuma grande celebração. O natal será diferente para os cristãos sírios este ano. Os cristãos não querem atrair muita atenção com as decorações de Natal, temendo que a árvore de Natal possa torná-los um alvo para extremistas determinados. E, claro, a guerra civil em si não é um cenário muito bom para grandes celebrações. 

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

CHRISTMAS MEDLEY (DIANA ROSS, DEMI LOVATO, MEGAN HILTY AND CHRIS MANN)




Medley final do Christmas in Washington, com a participação de Demi Lovato (Silent Night), Megan Hilty (O ComeAll Ye Faithful), Chris Mann (Oh Holy Night), e Diana Ross (Amazing Grace).

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

WHEN A CHILD IS BORN (JOE McELDERRY)




When A Child Is Born 
(Ciro Dammicco, Fred Jay)

A ray of hope flitters in the sky
A tiny star lights up way up high
All across the land dawns a brand new morn
This comes to pass when a child is born

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

POR QUE CELEBRO O NATAL?


Celebro o natal. Desde menino. Era criança ainda e fazia um presépio com uma caixa de sapatos e animais de plástico. Na noite de natal apagava a luz da sala e acendia uma vela próxima ao presépio, numa tentativa de imitar a cena onde Deus se tornou carne. Via aquela cena de uma forma nobre, ingênua, mística, no sentido mais puro da palavra. Naquela época não conhecia ceia natalina e nem panetone. Havia sim um grande bolo com refrigerante. E na manhã seguinte um brinquedo; simples, mas marcante. Foi assim durante alguns natais. Guardei isso na minha memória afetiva. Depois tudo foi melhorando. A economia do país evoluiu com o Plano Real e os natais foram ficando mais fartos. Mas o espírito do natal não é a fartura e nem é essa a sua mensagem. O verdadeiro significado do Natal está no Deus que quis vir ao mundo em forma de criatura. Na manjedoura estava o Cristo, lavando os pés de toda a humanidade.  

Assim, celebro o natal. E continuo celebrando. Não tenho mais constrangimento em falar isso. Digo, pois cresci e vi quanta confusão é feita por uma simples celebração. Uns mataram o natal com o consumismo. Para estes, é apenas uma ocasião pra comida, bebida e comércio. Outros mataram o natal no coração. “Festa pagã” – é o que dizem. Falam da data, do deus Sol, do significado da árvore, enfim. Minha posição sempre foi a mesma, ainda que respeitando aqueles que não comemoram esse tempo. Entretanto, diante das críticas de alguns, resolvi nesse ano ir além e transcrever alguns textos que estão de acordo com o que penso sobre o natal.

A CELEBRAÇÃO DO NATAL

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

O AMOR COBRE TODAS AS TRANSGRESSÕES


"O ódio excita contendas; 
mas o amor cobre todas as transgressões.
   
Os lábios do justo apascentam a muitos; 
mas os insensatos, por falta de entendimento, morrem. 
  
O que o ímpio teme, isso virá sobre ele; 
mas aos justos se lhes concederá o seu desejo."   

Provérbios 10: 12, 21 e 24

terça-feira, 5 de novembro de 2013

ACREDITANDO EM NOSSOS SONHOS (EVANDRO GUEDES)


Meus caros, espero esse texto sirva de mola impulsionadora para que vocês nunca desistam de vocês mesmos! Não somos fortes pela capacidade que temos de vencer, mas sim pela capacidade que temos de sermos derrotados e ainda assim levantarmos a cabeça e continuarmos acreditando em nossos sonhos!
O dia da nomeação!
O ano foi 2006, mas para entender essa história tenho que fazer um breve relato do início. Em 1998 comecei a estudar para concursos e a vida foi me ensinando dia a dia, mês a mês, ano a ano, que nada vem de graça e que a paciência e perseverança têm que ser os pontos de centrais dessa luta pela mudança de vida.
Foram muitos concursos até esse ano, algumas aprovações e muitas reprovações. 2005 foi um ano extremamente atribulado (mas essa é outra história). Entrei 2006 com a certeza que minha vida iria mudar. Passei para Agente Penitenciário Federal e o melhor: Estava nas vagas! Fui o 238 (depois de todas as fases) de 368 vagas. O interessante aqui é que eram 368 vagas e na primeira classificação (antes do físico, médico e psicotécnico) eu era o 368, isso mesmo, o último nas vagas na primeira contagem. Assim, minha “certeza” de que tudo tinha dado certo foi imediata!
O concurso

domingo, 3 de novembro de 2013

SE A GENTE PEDE PERDÃO E VOLTA DE NOVO A PECAR, DEUS PERDOA?





"Então Pedro se aproximou dele e disse: Senhor, quantas vezes devo perdoar a meu irmão, quando ele pecar contra mim? Até sete vezes?
Respondeu Jesus: Não te digo até sete vezes, mas até setenta vezes sete."

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

PAIXÃO DO MUNDO (COMUNIDADE DE NILÓPOLIS)



PAIXÃO DO MUNDO
Comunidade de Nilópolis 
Composição: Pr. Marcus Vinícius

Deus amou o mundo de tal maneira 
Que deu seu filho unigênito 
Para que todo aquele que nEle crê 
Tenha vida eterna 

E Ele se fez carne 
E habitou entre nós 
Cheio de graça, cheio de verdade 
Cheio de graça, Cheio de verdade 

E o seu nome é Jesus 
E o seu nome é Jesus 
E o seu nome é Jesus 
Paixão do mundo 

Não usurpou de ser igual a Deus, 
Se esvaziou, assumindo a forma de servo 
E Deus lhe deu um nome 
Que está acima de todo o nome 
E toda a língua confessará 
Que Ele é o Senhor 
E toda a língua confessará 
Que Ele é o Senhor 

E o seu nome é Jesus 
E o seu nome é Jesus 
E o seu nome é Jesus 
Paixão do mundo


"Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o seu filho unigênito para que todo aquele que n'Ele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" (João 3:16)



terça-feira, 29 de outubro de 2013

QUAL É O NOSSO EVANGELHO?


Não vou escrever um texto longo. Quero apenas ressaltar a imagem. Essa foto foi capa da revistas Portas Abertas de agosto passado. Uma família cristã de Bangladesh, na Ásia.


Meus olhos caíram na figura desse jovem. Pés descalços, roupa rasgada, mas um olhar tão tranquilo, tão sereno. Será que somos irmãos? Será que realmente possuímos a mesma Fé? Será que posso realmente compreender o Evangelho em um mundo de conforto, como no da classe média brasileira? 

Em um país cheio de charlatanismo, onde o deus dinheiro, vulgo "Prosperidade", é o mais pregado e desejado nos púlpitos pagãos, será que realmente entendo o que é ser cristão? Será que nosso cotidiano, sonhos, paixões, lutas, sabores e dissabores tiram de nós a compreensão de que "pouca coisa é necessária"? 

Não sei... não sei... apenas vi essa foto, que me incomodou... como se fosse o próprio olhar de Jesus, querendo me dizer algo...

No fim das contas, roupas e sapatos terão nenhum valor...

... se tivermos vestiduras brancas...

"Ide, porém, e aprendei o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício. Porque eu não vim a chamar os justos, mas os pecadores, ao arrependimento."


Cesário C. N. Pinto
29 de Outubro de 2013.

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

PENSAMENTOS SOLTOS: BLACK BLOCK, REDES SOCIAIS E VIOLÊNCIA LOCAL


Voltei a escrever. À mão. Digo, pois tenho escrito pouco ultimamente. Não apenas isto, mas tenho participado pouco das redes sociais e do blog. Leio, de fato, muito material na internet, no próprio Facebook, mas falta-me assunto, mesmo diante de um turbilhão de notícias, acontecimentos e informações. Informação não significa conhecimento e nem veracidade. Tento filtrar algo útil a ser abordado, diante da “sabedoria” de tantos “doutores” do mundo virtual, sim, aqueles que para tudo possuem uma opinião, mas não encontro nada útil a ponto de ser mais desenvolvido e “filosofado”. Mas, ainda assim, resolvi jogar esses dois parágrafos soltos e sem ordem no papel.

sábado, 19 de outubro de 2013

PRA DESBOTAR A SAUDADE


Uma homenagem à paisagem natural de Itapajé,
município serrano do Ceará:



Pra Desbotar a Saudade
Zezé Di Camargo, Luciano e Fatima Leão

Composição: Fatima Leão

Faço da noite criança
Da estrela esperança
E abajur do luar
Cubro de plumas
Meu peito
Que é como um leito pra te repousar

Busco flores no infinito
Que é bem mais bonito
Lá dentro de mim
Seu coração me acompanha
Em forma de manha
Pra eu te cantar

Quando te toco arrepio
Num beijo deliro parece que vou flutuar
Quando seus braços me apertam
Sua voz me desperta pra eu te amar

Água nascente das serras
Que lavam as pedras
Imóveis no chão
Corre entre matos e campos
Riachos e rios, regados e ribeirão

Lava esse peito meu
Pra desbotar a saudade
Apaga seu nome na areia
Sem deixar sinal
Apaga seu nome na areia
Sem deixar sinal


terça-feira, 27 de agosto de 2013

SÉRIE HISTÓRIA CRISTÃ: ALLEN YUAN


Em 16 de agosto de 2005, o fundador do movimento das igrejas domésticas na China, Yuan Xiangchen, descansou no Senhor, com 91 anos, após uma vida dedicada à pregação do Evangelho e distribuição de bíblias. Ele deixou um legado que jamais será esquecido pelos cristãos chineses e do mundo.  

domingo, 18 de agosto de 2013

QUANDO A ENFERMIDADE ESPIRITUAL SE OPÕE À MEDICINA NATURAL


Vivemos uma cultura imediatista, uma existência do agora, do já. Enquanto, por exemplo, nossos avós, quando confrontados por alguma doença ou dor física, conformavam-se com um chazinho ou simplesmente esperavam a angústia cessar, nós não podemos ter uma pequena dor de cabeça que já corremos na farmácia. Não suportamos a dor, a mínima que seja; falo por mim mesmo, não temos paciência, queremos a cura, imediata! Mas, e quando a aspirina não tira a dor? E quando a enfermidade ultrapassa um diagnóstico médico?
                                   

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

JUSTIÇA PROÍBE PRAZO DE VALIDADE EM CRÉDITO DE CELULAR PRÉ-PAGO


SÃO PAULO - A Justiça Federal proibiu as operadoras de telefonia móvel de estabelecerem prazo de validade para créditos pré-pagos. A decisão da 5.ª Turma do TRF da 1.ª Região é válida para todo o território nacional. As empresas ainda podem recorrer.
O processo teve origem numa ação do Ministério Público Federal (MPF) contra a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e as operadoras Vivo, Oi, Amazônia Celular e TIM. A decisão desta quinta-feira, 15, foi dada em resposta a um pedido de recurso do MPF em relação a uma decisão da 5.ª Vara Federal do Pará, que julgou regular a restrição temporal de validade dos créditos de celulares pré-pagos.

CRISTÃOS SOFREM ATAQUES EM CONFLITOS NO EGITO


“Uma lista foi divulgada na mídia egípcia, bem como em redes sociais, contendo nomes e/ou quantidade de igrejas, mosteiros, escolas e livrarias/lojas cristãs, farmácias e casas de cristãos que foram atacados, saqueados, destruídos e, eventualmente, incendiados ontem por partidários da Irmandade Muçulmana. 

Esses ataques ocorreram em Fayoum, Bani Suwief, Minya, Assiut, Sohag, Qena, Luxor, Cairo e Gizé em vingança pela evacuação forçada de membros da Irmandade Muçulmana que acampavam nas cidades do Cairo e de Gizé em protesto à retirada do presidente Mohamed Mursi do poder. Metade das 28 províncias do Egito foram colocadas sob toque de recolher a partir de ontem à noite (14) após o aumento no número de ataques.

sábado, 3 de agosto de 2013

CRISTO REY VICTORIOSO (JAIME MURRELL)



Cristo Rey Victorioso
Jaime Murrell

Cristo Rey Victorioso, 
Te adoramos bendito Señor. 

Te has coronado sobre todo nombre, 
Cristo, Rey y Señor. 

Cristo Rey Victorioso, 
Te adoramos bendito Señor. 
Te has coronado sobre todo nombre, 
Cristo, Rey y Señor.


CRISTO PODE TE FAZER FELIZ (ADRIANA MARQUES, LINE RECORDS - 1998)



Cristo Pode Te Fazer Feliz
Adriana Marques
Composição: Josué Teodoro
Mil maneiras
Fáceis talvez
Descobrindo novos jeitos de viver
Pode ser que dê
Certo talvez
No momento é prazeroso
Mas durar pra sempre não vai conseguir
O mundo enganou você
Olha e vê que eu tenho razão
Te levou a ter parzeres que logo se vão
Não vai dá pra te fazer
Ser feliz

Cristo pode agora te fazer feliz
Cristo pode agora te fazer feliz
Diga: basta! A esse mundo!
Diga: basta de ilusão!
Dê pra Cristo a chave do teu coração
Que vai te fazer feliz!

SEGUNDO ESTUDO, CALOR AUMENTA A VIOLÊNCIA


Anos atrás, através do livro best-seller A Cruz e o Punhal, li a exposição do pastor David Wilkerson, afirmando que, durante o verão novaiorquino, as gangues de adolescentes se tornavam ainda mais violentas do que já eram, devido o calor da época. Hoje, estudos começam a comprovar essa tese:

Se você sente que fica irritado quando está mais quente, você não está sozinho - é o que confirma um estudo americano divulgado nesta quinta-feira (01.08.2013), que constata que a temperatura mais elevada é acompanhada do aumento da violência.

sábado, 27 de julho de 2013

E SE DESSE A LOUCA NA "igreja" E ELA... quisesse ser IGREJA?




E SE DESSE A LOUCA NA "igreja" E ELA...

...quisesse ser IGREJA?

O que ela deveria fazer?

Caio Fábio
www.caiofabio.net | www.vemevetv.com.br
----------------------------------------­-------
Interpretação: Flávio Siqueira
Edição e Finalização: Francisco Pacheco

segunda-feira, 22 de julho de 2013

A FIGUEIRA ESTÉRIL E A PACIÊNCIA DIVINA


Sempre que vejo ensinamentos relacionados à parábola da figueira estéril, contada por Jesus, percebo que a ideia mais enfatizada é a de que tal árvore, como qualquer árvore frutífera, deveria obrigatoriamente dar seu fruto e, caso assim não ocorresse, seu destino seria o corte. Uma representação de quão fértil deveria ser a nossa experiência de vida Cristã, uma existência que produzisse e manifestasse os frutos do Espírito Santo. Entretanto, algo interessante passa despercebido por muitos, o princípio da longanimidade:

sábado, 20 de julho de 2013

ITAPAJÉ 154 ANOS


Deus abençoe às autoridades, para que julguem e legislem com justiça.

Deus abençoe à Gestão, para aja com retidão.


Deus abençoe à Oposição, para que tenha a voz profética da denúncia.


Deus abençoe ao povo, para que nunca nos falte a tolerância com as diferenças políticas, ideológicas, religiosas, de classe ou raciais.

"Na essência somos iguais, nas diferenças nos respeitamos." (Santo Agostinho)

Deus abençoe a todos.


sexta-feira, 19 de julho de 2013

ARQUIVO 154 ENTREVISTA SEBASTIÃO NETO


O Arquivo 154 é um projeto que idealizei em celebração à Semana do Município de Itapajé, com a finalidade de publicar rápidas entrevistas com personalidades que estudam a nossa história local. As indagações aos entrevistados envolveram história, curiosidades e política local. 

O 22 de Dezembro versus o 20 de Julho:
Entrevista com Sebastião Neto

O senhor é, provavelmente, a única personalidade pública que defende o dia 22 de Dezembro como sendo a data de emancipação do município de Itapajé, ao invés de 20 de Julho. Por quê?
Itapajé foi criado pela Lei nº 22.12.1849 pelo Presidente da Província, Dr. Fausto Augusto de Aguiar (1848-1850) E INSTALADO PELO Presidente da Câmara Municipal da Imperatriz, Antônio José dos Santos em 02 de dezembro de 1850. A primeira Câmara Municipal: José Teixeira Bastos - Presidente. Demais Vereadores, Francisco da Cruz e Mello, Francisco de Salles Gomes Júnior, Manoel Rodrigues Barreto e Vicente Francisco de Sousa. A cópia da Ata do Termo de Instalação me credita a fazê-lo. 

quinta-feira, 18 de julho de 2013

ARQUIVO 154 ENTREVISTA ZÉ GERARDO SÁ


O Arquivo 154 é um projeto que idealizei em celebração à Semana do Município de Itapajé, com a finalidade de publicar rápidas entrevistas com personalidades que estudam a nossa história local. As indagações aos entrevistados envolveram história, curiosidades e política local. 

O Itapagé com G:
Entrevista com José Gerardo Sá

O senhor é um dos itapajeenses que defendem a volta do termo ITAPAGÉ como sendo o nome oficial do município. Por quê?
Não defendo a volta do termo ITAPAGÉ, pois nunca foi outro.

quarta-feira, 17 de julho de 2013

ARQUIVO 154 ENTREVISTA CACÁ PITOMBEIRA


O Arquivo 154 é um projeto que idealizei em celebração à Semana do Município de Itapajé, com a finalidade de publicar rápidas entrevistas com personalidades que estudam a nossa história local. As indagações aos entrevistados envolveram história, curiosidades e política local. 

O índio, o monge e o povo:
Entrevista com Francisco Carlos Bezerra e Silva (Cacá Pitombeira)

Primeiramente, existiram realmente indígenas habitando na Serra da Uruburetama?
Sim. Embora o único documento oficial do início da passagem portuguesa pela região não faça menção direta, sabe-se que os habitantes primitivos transitavam pela serra. Sabe-se ainda que a primeira povoação – Povoação da Serra da Uruburetama – também possuía muitos nativos no seu entorno e que, durante uma época, houve aldeamento de reminiscências tribais na região. Há registros de encontros de ossadas antigas que também confirmam que a região abrigou povos pré-europeus.

terça-feira, 16 de julho de 2013

ARQUIVO 154 ENTREVISTA RIBAMAR RAMOS


O Arquivo 154 é um projeto que idealizei em celebração à Semana do Município de Itapajé, com a finalidade de publicar rápidas entrevistas com personalidades que estudam a nossa história local. As indagações aos entrevistados envolveram história, curiosidades e política local.  

Itapajé sob uma lente fotográfica:
Entrevista com Ribamar Ramos

O senhor é um dos recentes guardiões da nossa história local. Como surgiu esse apreço pela história de Itapajé?
Felizmente Itapajé despertou para a necessidade de se preservar sua história e memória. Aristóteles, o principal ícone de nossa história foi o precursor, quando em 1959 viu editado um excelente trabalho sobre nossa história. O exemplo dignificante do filho ilustre serviu de incentivo para que outros reconhecessem o grande valor de suas pesquisas. Assim sendo, sou mais um, com certeza, "utopista", nessa seara de esforçados pesquisadores. Quando aportei em Itapajé, no ano de 1972, fiquei deslumbrado com a riqueza histórica de nossa cidade. Eu, assim como outros que mantiveram contato com a obra editada pelo Sr. Aristóteles, sentimos que era preciso dar continuidade ao resgate histórico de Itapajé.

segunda-feira, 15 de julho de 2013

AS FATALIDADES PODEM ALCANÇAR A TODOS


Sempre ouvi no meio religioso jargões do tipo “não morrerei enquanto Deus não cumprir o que me prometeu”,  “o diabo toca no justo apenas se ele der brecha” e coisas do gênero. É comum, no meio da religião e da moral, as pessoas terem perspectivas simplistas (que é diferente de simplicidade!) das situações ao seu redor; notadamente caem inconscientemente no conceito da retribuição, onde eu faço o bem, logo receberei o bem. O apóstolo Paulo divaga em sua primeira carta aos Coríntios sobre essa lógica espiritual, da semeadura, onde tudo que eu plantar irei colher. Tal pensamento é ponto pacificado entre a maioria dos credos cristãos. Entretanto, tal linha de crença se rompe muitas vezes quando uma fatalidade chega com toda a sua força abatedora. Jesus afirma, por exemplo, que, diante da desgraça, todos nós somos iguais:

“... aqueles dezoito sobre os quais desabou a torre de Siloé e os matou eram mais culpados que todos os outros habitantes de Jerusalém? Não eram, eu vo-lo afirmo; mas, se não vos arrependerdes, todos igualmente perecereis.” 
(Lucas 13: 4 e 5)

sábado, 6 de julho de 2013

A CASA QUEIMADA


Um certo homem saiu em uma viagem de avião. Era um homem temente a Deus e sabia que Deus o protegeria. Durante a viagem, quando sobrevoavam o mar, um dos motores falhou e o piloto teve que fazer um pouso forçado no oceano. Quase todos morreram, mas o homem conseguiu agarrar-se a alguma coisa que o conservasse em cima da água. Ficou boiando à deriva durante muito tempo até que chegou a uma ilha não habitada.

sexta-feira, 5 de julho de 2013

SE ALGO TE ATRAPALHA, ARRANQUE-O FORA DO TEU CAMINHO! (PROFESSOR DANIEL SENA)


Temos o costume de convivermos com nossos espinhos, numa tentativa de provar para os outros, ou para nós mesmos, que somos fortes. Sabe aquela situação que está atrapalhando sua vida e que você resiste em tirar do teu caminho? Alguns resistem por fraqueza, outros por falta de vontade. Independente do motivo, se você não arrancar de vez isso do teu caminho, nunca chegará onde você quer chegar!
QUANDO O RIO ENCONTRA UM OBSTÁCULO, DE DUAS UMA: OU ELE DESVIA O CURSO OU ENFRENTA E ARREBENTA COM TUDO!